O medo ou a fobia de dirigir tem algumas características peculiares que não vemos em outros tipos de medo.

Primeiramente, o medo de dirigir pode ter vertentes ou estímulos diversos, pois dirigir é uma atividade múltipla que envolve uma enorme gama de comportamentos. Dessa forma, há pessoas cujo medo refere-se especificamente à possibilidade e à perda de controle da máquina; para outras o que causa ansiedade é atropelar alguém, passar por túneis ou viadutos. Há ainda o fator da exposição que pode fazer com que a pessoa tenha medo de ser obervada e/ou criticada.

Dirigir é um comportamento aprendido que envolve habilidades motoras. Para que este comportamento se torne automático, é necessário à pessoa que esteja voltando a dirigir, ou mesmo começando a fazê-lo, exercitar essa nova habilidade enfrentando o trânsito real.

Apesar do grande número de pessoas que pelo mundo afora sofrem com esse tipo de problema, admiti-lo diante dos outros e a si próprio é a parte mais difícil. Em todos os campos da vida, adimitir um problema é o primeiro degrau para se chegar à solução.

Negá-lo é, sem dúvida, torná-lo mais forte.

Links Relacionados
 
 
 
www.detran.sp.gov.br
 
www.integracaopsicologia.com
 
www.autoescolaangela.com.br
 
www.link 4.com.br
 
www.link 5.com.br
   
         
Alguns Parceiros